Paróquia Nossa Senhora de Fátima - Lisboa

sexta-feira, 13 de março de 2009

A Solidão Mata

Nenhum de nós existe sem os outros.
Porque não existimos sem Deus…
Nós somos os laços que criamos com os outros.
Porque Deus é laço, é união, é Amor…
É por isso que, logo que olhou para o homem, acabado de criar, Deus disse: “Não é bom que o homem esteja só”.

Se há algo que mata de verdade (uma morte bem mais dolorosa e importante que a morte biológica…) é a solidão!

E, num mundo como o nosso, onde, pelo menos aparentemente, há mais comunicação, onde as pessoas se acotovelam em todo o lado, por mais estranho e contraditório que pareça, dá ideia que nunca foram tão numerosas as pessoas que estão sós.
Não porque vivam sozinhas.
Mas porque não têm laços fortes (algumas nem fracos…) a prenderem-nas a ninguém…

São vítimas das circunstâncias da vida que assim o ditaram, ou então deles próprios porque foram os primeiros a fechar-se e nunca arriscaram sair de si para ir ao encontro dos outros…
É que a melhor maneira de ter amigos, sempre foi e será ser amigo!...
Neste tempo da Quaresma os cristãos são chamados a perceber a sua vida como caminho para o Amor.
E, por isso, são também convidados a viver mais atentos aos outros e a partilhar com eles os seus bens…

Talvez seja tempo de aprendermos a partilhar a nossa presença e assim matarmos a solidão que afecta tantos irmãos nossos.
São tantos os que estão a morrer por dentro, porque estão sós…
São tantos os famintos de uma visita, um sorriso, um gesto de atenção, uma palavra que lhes diga que são importantes e que há alguém que conta com eles e precisa deles…

E isso não é nem hipocrisia nem cinismo.
É verdade!
Apesar de muitas vezes termos dificuldade em o reconhecer e exprimir.
Devíamos ter a simplicidade de o dizermos mais vezes uns aos outros!...

Pe Luís Alberto

1 Comentários:

  • Este texto é muito importante. Sim, há tanta solidão pelas razões que apresentou, Pe. Luis Alberto. E como é importante que nos ajudem a perceber o perigo de nos fecharmos sobre nós próprios e um dia ser mais uma dessas pessoas; como é importante ir ao encontro dessas solidões levar o amor de Cristo e encontrar neles Cristo só e abandonado na Sua Paixão de Amor.O mundo é individualista e nós facilmente vamos influenciados nessa onda. Como precisamos de conhecer e de viver o Evangelho, ou melhor como precisamos de viver o abandono em Jesus Cristo para que seja Ele em cada um dos Seus a ir ao encontro de tantos e tantas que morrem de solidão. Gaças Senhor por nos dares pastores segundo o Teu Coração pois eles têm um papel fundamental a levar-nos ao essencial ou seja, a Ti.

    Por Anonymous Anónimo, Às março 26, 2009  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]



<< Página inicial